Sobre acessibilidade

Áreas

26/09/2019 - 18:45

 

A Agência de Defesa Agropecuária do Estado (Adepará) vai mudar de sede. A expectativa é de que, a partir de 2020, a instituição que planeja, executa e promove ações de sanidade e qualidade da produção agropecuária e, com isso, contribui para o desenvolvimento sustentável e competitivo do agronegócio no Pará, economize ao menos R$ 2 milhões anuais.

"O principal argumento para a mudança da nossa sede é que teremos uma casa própria. Em 17 anos de existência, a Adepará sempre pagou aluguel e isso gerava custo para o Estado. Com a mudança, vamos economizar e, a partir desse momento, teremos cara nova e um local ideal para desenvolver as atividades que nos cabem", informa o diretor-geral da Adepará, Geovanny Farache Maia.

O órgão vai utilizar uma parte das instalações físicas da Superintendência de Desenvolvimento da Lavoura Cacaueira nos Estados do Pará e Amazonas, da Comissão Executiva da Lavoura Cacaueira - Supam / Ceplac. A mudança está prevista para ocorrer no primeiro semestre do ano que vem. O atual endereço é na avenida Pedro Miranda, bairro da Pedreira, em Belém, e o novo fica no km 7 da rodovia Augusto Montenegro, na Grande Belém.

O acordo firmado garante que a Ceplac faz a cessão gratuita da área, que pertence à União, de cerca de 6.000 m², para a Adepará, por um prazo de cinco anos, que pode ser prorrogado por igual período. O contrato de cessão gratuito de imóvel foi assinado entre Geovanny Farache e a coordenadora da Suplam/Ceplac, Maria Goreti da Fonseca Gomes. Também participou da reunião o diretor Administrativo de Financeiro da Adepará, Clodoaldo Neto Galeno.

Com a parceria, ganham o Estado, os servidores e cidadãos que procuram os serviços da Adepará. "Teremos cara nova, instalações mais condizentes com o trabalho que produzimos e desenvolvemos. Com o espaço físico maior e melhores acomodações, vamos dar um melhor atendimento à população", garante Augusto Peralta, médico veterinário e diretor de Defesa e Inspeção Animal da Adepará.

A qualidade de vida é outro ponto positivo que será agregado com a mudança de sede, segundo a diretora de Defesa e Inspeção Vegetal da Agência, Layse Goretti Bastos Barbosa, “apesar de se tratar de um termo de cessão, entendemos que é de longo prazo e que, no futuro, o espaço poderá ser adquirido pela Adepará. O espaço tem muito verde, estacionamento próprio, é extremamente arborizado, tem campo de futebol, área de lazer, e tudo isso que trará uma maior satisfação para os servidores".

Na nova sede da Adepará haverá ainda academia de ginástica, restaurante e biblioteca, de uso compartilhado com a Ceplac, e dois laboratórios 100% da Agência, para atividades nas áreas de inspeção animal e vegetal.

O o diretor-geral da Adepará, Geovanny Farache Maia e a coordenadora da Suplam/Ceplac, Maria Goreti da Fonseca Gomes

O diretor-geral da Adepará, Geovanny Farache Maia e a coordenadora da Suplam/Ceplac, Maria Goreti da Fonseca Gomes

*Texto: Sérgio Augusto

Publicado originalmente em: www.agenciapara.com.br