Sobre acessibilidade

Áreas

15/10/2020 - 19:45

 

A Organização das Nações Unidas (ONU) decretou o ano de 2018 como o Ano da Mulher Rural e instituiu a data de 15 de outubro para celebrar, mundialmente, o dia das mulheres rurais, com o objetivo de conscientizar sobre o papel da mulher do campo.

Nascida em Soure e proprietária da Fazenda Mironga, Gabriela saiu da cidade natal para estudar. Mas toda a vida acadêmica dela foi voltada para a produção rural, retornando a Soure após a conclusão dos estudos. A propriedade dela possui cadastro junto à Adepará e o registro gerou oportunidades.

“O cadastro gerou, primeiramente, o reconhecimento do que fazemos. Produzimos um queijo genuinamente paraense. Depois, foi proporcionada a abertura de mercados mais seguros e que reconhecem o produto artesanal amparado legalmente, com a garantia da segurança alimentar”, disse.

 

 

O registro na Adepará também foi sinônimo de prosperidade na visão da produtora Rosiléa Duarte que observou o melhora na qualidade do rebanho a partir do acompanhamento dos médicos veterinários e fiscais agropecuários. “Tivemos o melhoramento da pastagem e uma queijaria adequada para a produção. Minha fazenda sempre estará à disposição da Adepará”, disse Rosiléa Duarte, proprietária do local.

 

 

Inspiração

Histórias como a de Gabriela Gouvêa e de Rosiléa Duarte inspiram mulheres como Paula Amanda, que há 15 anos atua como produtora rural em Barcarena. Hoje, a propriedade produtora de plantas ornamentais e flores de corte, localizada na comunidade Nossa Senhora do Livramento, está em processo de registro na Adepará. 

“Desejo buscar parceiros para melhorar as técnicas de produção sobre legislação e produção com qualidade, oferecendo bons produtos ao mercado e com preço justo”, declarou.

 

      

A Adepará parabeniza todas as mulheres que participam direta e indiretamente no fortalecimento da agropecuária paraense. Parabéns a todas proprietárias de fazendas, proprietárias de indústrias, médicas veterinárias, engenheiras agrônomas e agentes de fiscalização que contribuem para o avanço da economia.

 

 

 

Texto: Lorena Beltrão