Por Lilian Guedes (Adepará)
01/10/2021 - 13:45

"Engenheiros agrônomos e técnicos em agropecuária participam do treinamento focado em requisitos do mercado estadual e na atualização da legislação pertinente"

 

Com o intuito de aperfeiçoar as atividades de engenheiros agrônomos e técnicos em agropecuária, a Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará), por meio da Gerência de Inspeção e Classificação de Produtos Vegetais (Gicov), promoveu ao longo da semana e até esta sexta-feira (1º), uma capacitação para inspeção no comércio de sementes e mudas, bem como um treinamento técnico em atendimento às determinações do mercado estadual. 

A iniciativa aconteceu no município de Marabá, no sudeste do Parpa, com a participação de agentes fiscais de vários municípios, e teve como ponto focal atualizar e atender as exigências necessárias para adesão ao Sistema de Inspeção de Insumos Agrícolas (Sisbi-Agri), aprimorar e habilitar agentes de área de inspeção quanto à garantia à idoneidade das sementes para que seja preservada a identidade e qualidade desses insumos para a agropecuária. 

“Esse treinamento também faz parte do fortalecimento da agropecuária. A fiscalização dos insumos utilizados perpassa pelo fortalecimento, pois precisamos fazer uma fiscalização com propriedade e demonstrar para a sociedade a importância de cada atividade que estamos realizando. Para nós chegarmos a garantir a sanidade, qualidade e manter a competitividade do nosso agronegócio, nós precisamos atuar com propriedade e este é o objetivo da nossa capacitação”, ressaltou a diretora de Defesa e Inspeção Vegetal (DDIV) da Adepará, Lucionila Pimentel.

Dentre as atividades realizadas durante os dias de treinamento, os servidores assimilaram conhecimentos teóricos sobre legislação, diretrizes da fiscalização de trânsito agropecuário, uso de sementes e mudas, postura e conduta fiscal, além de tarefas práticas. 

“O conhecimento que estamos adquirindo, teórico e prático, vem a agregar ao nosso trabalho. Precisamos estar em constante aprendizagem e crescimento para que nossas atividades continuem sendo desenvolvidas com eficiência e excelência”, afirmou Rakelen de Araújo, agente fiscal da Adepará no município de Abaetetuba, no Baixo Tocantins.

Fábio Alan, fiscal estadual agropecuário lotado na Unidade Local de Sanidade Agropecuária (Ulsa) do município de São Geraldo do Araguaia, também destacou a relevância desta iniciativa. “Queria agradecer à coordenação pela oportunidade de participar deste curso, de suma importância para nós, fiscais, que estamos em campo, principalmente, nesta época de comercialização de sementes e mudas. A capacitação nos permitiu extrair e atualizar informações muito importantes quanto à legislação e processos envolvendo estes insumos agrícolas. Que mais treinamentos como esses sejam realizados pela Adepará, pois dará muito resultado no futuro”, destacou o fiscal. 

Em continuidade com o compromisso de expandir e qualificar agentes fiscais nos municípios paraenses, até final do ano, a Adepará realizará treinamentos envolvendo temas como a gerência de agrotóxico, pragas, importâncias econômicas e inspeção vegetal. 

 

Veja Também