20/05/2022 - 10:30

Com o selo artesanal, a empresa fica autorizada a produzir a polpa de açaí até maio de 2025


 


Foto: Arquivo

 

A  Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará) concedeu nesta quarta-feira, 18 de maio, a renovação da autorização para fabricação de polpa de açaí para a “Puro Açaí Berrante Mundial”, instalada em São Félix do Xingu.

Com o selo artesanal, a empresa fica autorizada a produzir a polpa de açaí até maio de 2025. A certificação foi entregue ao proprietário da empresa pela Diretora de Defesa Vegetal Lucionila Pimentel, que está em visita ao município, onde já foram certificadas um total de cinco agroindústrias de polpas de frutas. 

A diretora ressaltou que o estabelecimento artesanal está produzindo dentro dos padrões sanitários exigidos pela Agência e que o selo possibilita a circulação da mercadoria em todo o estado, fortalecendo o agronegócio na região. "O produtor está se adequando às boas práticas sanitárias e melhorando cada vez mais a qualidade do produto, agregando valor e fortalecendo o agronegócio na região”, enfatizou.

O dono da agroindústria Nazareno Gonçalves contou que trabalha no ramo há nove anos e que ficou muito satisfeito em receber o certificado, que permite que ele continue produzindo e promovendo o impulsionamento da economia local. “Eu me sinto realizado porque estou fazendo uma atividade para a qual me dediquei e que sei que posso fazer a diferença. Essa parceria nos dá força para prosseguir e ampliar o nosso comércio”. 

A Agência tem a missão de levar assistência para o médio e pequeno produtor rural, incentivando o comércio local em 144 municípios paraenses. Com esse objetivo de garantir trabalho, renda e a abertura de novos mercados para o agronegócio paraense em São Felix do Xing, a diretora também entregou oficialmente o registro para a Associação das Mulheres Produtoras de Polpas de Frutas (AMPPF).

A AMPPF recebeu o selo de número 0282 e foi oficialmente inaugurada passando a produzir 12 tipos de polpas de frutas de diversos sabores.  

Agora, são cinco as agroindústrias registradas com o selo artesanal no município. Mas a região possui um total de treze estabelecimentos que processam polpas de frutas e que já foram registrados na Agência. 

Serviço

Os produtores rurais que quiserem registrar sua empresa para poder comercializar legalmente sua produção em todo o estado e atestar a qualidade do seu produto, devem procurar o escritório da Adepará em seu município ou entrar em contato com a Gerência de Produtos Artesanais Vegetal. Os telefones e endereços estão no site da Adepará.

Por Governo do Pará (SECOM)

Veja Também

Multimidia

Ver: