20/05/2022 - 12:45

Em Brasília (DF), presidentes das agências de defesa do Brasil se reuniram para abordar o desenvolvimento das ações do segmento



Foto: arquivo

 

Todos os presidentes das agências de defesa do Brasil estiveram reunidos nesta quarta-feira (18) e quinta-feira (19), na capital federal, Brasília, para tratar sobre assuntos relacionados ao desenvolvimento das ações de defesa agropecuária do País. A Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará) participou dos trabalhos, representada pelo diretor geral, doutor Jamir Paraguassu Macedo. 

Esta foi a primeira reunião do Fórum Nacional dos Executores de Sanidade Agropecuária (Fonesa), no exercício de 2022, na modalidade presencial, realizada na sede do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa).

“Através do fórum os estados podem discutir as políticas de defesa agropecuária, trazendo as particularidades de cada estado, e os desafios enfrentados para o desenvolvimento da defesa sanitária, viabilizando o diálogo com o ministério da agriculta buscando as soluções compartilhadas”, destacou o diretor geral da Adepará, Jamir Macedo.

 


Foto: arquivo

 

Entre os assuntos foram discutidos o nivelamento sobre as liberações dos recursos financeiros dos convênios celebrados em dezembro de 2021; a campanha de vacinação contra peste suína clássic; a apresentação dos novos representantes estaduais; e a exigência do exame de anemia infecciosa para GTA de equinos. O resultado da reunião será formalmente encaminhado ao Mapa.

O Fonesa também faz a interlocução com o Ministério da Agricultura, em Brasília, para alinhar as políticas direcionadas aos estados, conforme as ações apresentadas por seus representantes de todo o Brasil. Na ocasião também foram eleitos os novos representantes, presidente e diretoria, do Fonesa.

Representatividade - A Agência de Defesa Agropecuária do Pará possui a missão de garantir a sanidade e a qualidade da produção agropecuária, contribuindo para o desenvolvimento sustentável e competitivo do agronegócio no Pará. A Adepará informa que alinha as ações institucionais aos objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ODS/ONU), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e, principalmente, aos dos produtores rurais. 

Atualmente, a Adepará tem 176 postos de atendimento, número maior que o de municípios paraenses, que são 144. A Agência de Defesa Agropecuária tem boas perspectivas para o ano de 2022, a partir do reforço da estrutura institucional e do alcance da excelência sanitária dos produtos que chegam à mesa da população. 

"A atual meta desta gestão é ser uma referência nacional em defesa agropecuária, garantindo a segurança do consumo de produtos agropecuários, com a preservação do meio ambiente e com competitividade. Portanto, nosso objetivo é tornar os produtos paraenses cada vez mais competitivos nos mercados regional, nacional e global”, destaca o titular, Jamir Macedo.

Por Manuela Viana 

Veja Também

Multimidia

Ver: