Adepará realiza ações de combate à mosca-da-carambola na divisa do Pará e Amapá

Adepará realiza ações de combate à mosca-da-carambola na divisa do Pará e Amapá

 

O distrito de Monte Dourado, pertencente ao município de Almeirim, no Oeste do Pará, recebe até o dia 20 deste mês uma ampla ação de educação sanitária sobre a mosca-da-carambola (Bactrocera carambolae), feita pela equipe local da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará). O combate à praga no território paraense é uma das frentes de trabalho da Agência, que tem intensificado medidas para garantir a segurança das atividades agropecuárias.

 

 

As ações são feitas pelos técnicos em feiras, residências e embarcações. Foto: Divulgação

 

Agência de Defesa Agropecuária do Pará capacita veterinários no sudeste paraense

Agência de Defesa Agropecuária do Pará capacita veterinários no sudeste paraense

 

A Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará) promoveu, de 9 a 10 deste de mês de agosto, um treinamento prático para o Inquérito Soroepidemiológico de Peste Suína Clássica para os médicos veterinários da Agência.

O estudo será realizado em 58 municípios localizados nas regiões do Baixo Amazonas, sul e sudeste do estado, os estados do Amazonas e Roraima também realizarão o estudo. O objetivo deste estudo soroepidemiológico é verificar se existe a circulação do vírus da Peste Suína Clássica na Região III do Plano Estratégico Brasil Livre de PSC.

Grupo de Supervisores da Adepará se reúne em Marabá para discutir o combate à febre aftosa

 

Nesta terça-feira (10) foi realizada a primeira reunião presencial da Equipe Estadual de Supervisão e Padronização (EESP) da Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará). O encontro aconteceu na Estação Cidadania da Rodovia Transamazônica, do município de Marabá, no sudeste paraense.

Adepará habilita engenheiros agrônomos para emissão de Certificados Fitossanitários

engenheiros agrônomos

A Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará) realizará uma capacitação sobre pragas quarentenárias no município de Monte Alegre, no oeste paraense, de 23 a 28 de agosto, com o objetivo de habilitar e credenciar engenheiros agrônomos para emissão do Certificado Fitossanitário de Origem (CFO) e de Origem Consolidado (CFOC). O CFO garante a origem e atesta a condição fitossanitária de plantas, partes de vegetais ou produtos de origem vegetal.