Sobre acessibilidade

Áreas

Certificação artesanal vegetal da Adepará agrega valor a produtos paraenses

Image: 

Produtores rurais de todo o estado do Pará estão sendo incentivados pela Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará) a emitirem a certificação de produto artesanal vegetal. Um produto registrado na Agência tem trânsito livre no Estado e o reconhecimento pela qualidade, além de ampliar mercados, qualificar os produtos, trazer confiança para os consumidores e gerar renda para o agronegócio, principalmente ao pequeno produtor.

Educação Sanitária conscientiza produtores e população sobre defesa agropecuária

Image: 

Para difundir conhecimento e instruir o produtor rural e a população em geral sobre defesa, sanidade e inspeção animal e vegetal para melhorar a qualidade de vida da população, o Programa de Educação Sanitária realizado pela Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará), sensibilizou, em 2017, mais de 55 mil pessoas. Em mais de 850 palestras e reuniões, a Adepará ofereceu informações sobre os programas de defesa sanitária animal e vegetal e o papel fundamental da população e do produtor na garantia da segurança alimentar.

Produtores de soja devem atualizar o cadastro de propriedades rurais

Image: 

Produtores de 32 municípios paraenses que cultivam soja têm até o dia 30 de janeiro para cadastrar áreas dedicadas ao cultivo da oleaginosa. A exigência é feita pela Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará) e tem objetivo de garantir o monitoramento da cultura, bem como desenvolver ações preventivas visando o controle de doenças e pragas.

Órgãos planejam ações para coibir roubo de gado nos estados do Pará e Amapá

Image: 

O roubo de gado é um crime que ainda preocupa pecuaristas e autoridades dos estados do Pará e Amapá. Dados da Associação de Criadores do Amapá (Acriap) mostram que o prejuízo com o roubo e furto de gado na região chega a R$ 50 milhões contabilizados em 2015 e 2016. Diante disso, as Agências de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará) e de Defesa e Inspeção Agropecuária do Amapá (Diagro) se uniram para elaborar estratégias, junto aos pecuaristas e órgãos públicos, de combate a esse crime.

Pará fecha 2017 com alta cobertura vacinal contra a febre aftosa

Image: 

A Agência de Defesa Agropecuária do Estado (Adepará) concluiu o relatório com o resultado da última campanha de vacinação contra febre aftosa, realizada em novembro de 2017 em todo o Estado. O Pará se manteve entre os estados brasileiros que tem maior cobertura vacinal, com a imunização de 7.907.328 bovinos e bubalinos, o que representa 98,07% do rebanho. Para permanecer como área livre de febre aftosa com vacinação, segundo meta exigida pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), o estados precisam ter um índice de no mínimo 90% de vacinação.