Sobre acessibilidade

Áreas

Adepará prorroga prazo de notificação da vacinação contra febre aftosa

Image: 

Para evitar comprometimento nos resultados da etapa de vacinação devido à paralisação dos caminhoneiros, os produtores rurais ganharam mais um prazo para notificar que vacinaram os rebanhos contra a febre aftosa. A Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará) prorrogou o período de notificação da vacinação para segunda-feira, 25, anteriormente estipulado até o dia 15 de junho, em todo o território paraense, com exceção do arquipélago do Marajó e dos municípios de Faro e Terra Santa.

Adepará promove ações educativas para prevenção e controle da raiva no Marajó

Image: 

Conscientizar a população para adoção de medidas que contribuam para a prevenção e controle da raiva foi o objetivo da ação educativa realizada pela Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará) nos municípios de Melgaço, Portel e Breves, localizados no Arquipélago do Marajó. A ação, que ocorreu no período de 4 a 8 de junho, foi voltada para estudantes, produtores, agentes comunitários de saúde e a comunidade em geral.

Adepará prorroga prazo de vacinação contra a febre aftosa

Image: 

Para evitar maior comprometimento nos resultados da etapa de vacinação devido à paralisação dos caminhoneiros, a Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará) prorrogou em 15 dias a vacinação contra febre aftosa. Com isso, a campanha que se encerraria nesta quinta-feira (31) foi estendida até 15 de junho em todo o território paraense, com exceção do arquipélago do Marajó e dos municípios de Faro e Terra Santa. A Adepará ressalta que o prazo de notificação da vacinação nos escritórios da Agência está mantido até 15 de junho.

Somente veterinários com certificado de Resenha e Coleta de Amostra de sangue de Equídeos e habilitados na Adepará poderão enviar amostras sanguíneas aos laboratórios

Image: 

Visando cumprir o que determina a Legislação Federal do Ministério da Agricultura (IN 06, de 16/01/2018) e também a Legislação Estadual (IN 002/2017, de 04/04/2017) deste órgão, sobre a habilitação de médicos veterinários do setor privado para coleta de material e requisição para exames de AIE e mormo, informamos que a partir de julho de 2018, somente os veterinários que já possuírem a habilitação junto a Adepará, poderão enviar amostras sanguíneas aos laboratórios para diagnóstico de Anemia Infecciosa Equina e Mormo.

Pará recebe certificado mundial de área livre de febre aftosa

Image: 

O Pará deu mais um passo importante na garantia da qualidade da carne paraense e na eficácia da preservação da sanidade dos animais. O Estado recebeu nesta quinta-feira (24) o reconhecimento internacional de área 100% livre da febre aftosa, durante a programação da 86ª Assembleia Geral da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), na cidade-sede do órgão, em Paris, na França. A entrega ocorreu em conjunto com outros Estados brasileiros que também alcançaram a certificação, como Amapá, Amazonas e Roraima.